Offcanvas Section

You can publish whatever you want in the Offcanvas Section. It can be any module or particle.

By default, the available module positions are offcanvas-a and offcanvas-b but you can add as many module positions as you want from the Layout Manager.

You can also add the hidden-phone module class suffix to your modules so they do not appear in the Offcanvas Section when the site is loaded on a mobile device.

0044 889 555 432
office@delight.com
64184 Vincent Place
 
img20211210122602866MED

                                                                                                                                                  Entrega com a presença da pajé Mariana Lima, Macuxi. 

Bernaldina José Pedro, conhecida como Vovó Bernaldina, do povo Macuxi, comunidade indígena Maturuca, Terra Indígena Raposa Serra do Sol, falecida em 2020, vítima de Covid-19, recebeu homenagem (In memorian) no I Encontro Nacional Política Pública de Segurança e Proteção à Mulher Indígena, realizado nesta sexta-feira, 10, na Câmara dos Deputados. 
A deputada federal Joenia Wapichana (Rede-RR), uma das requerentes do Encontro, presidiu a mesa de homenagens e o debate institucional com a participação de várias organizações indígenas. O Encontro,  também prestou  homenagem às anciãs Eliane Potiguara, Andila Kaingang, Maria Delfina Lica,Tuire Kayapó.  
Para receber o certificado de Menção Honrosa, esteve no evento, o filho da Vovó Bernaldina, Charles Gabriel. Ao receber a homenagem, Charles falou sobre a importância do momento e da sua relação com a mãe desde o nascimento até quando veio à óbito, em 2020.

img20211210122546522MED

“Durante toda a minha vida, sempre acompanhei minha mãe, Bernaldina José Pedro. Desde criança, quando ela me deu à luz, até o final quando ela se foi”, relembrou. “ Eu presenciei tudo o que ela me falava, tudo o que ela já passou. Foi minha conselheira, minha professora, foi minha mãe. Minha mãe me educou bastante”, disse.
Ao falar do momento especial de homenagem, Gabriel lembrou da trajetória de luta de Vovó Bernaldina que viajou por todo o Brasil, inclusive em Brasília, local visitado por ele pela primeira vez. Como jovem, Charles também destacou a responsabilidade de continuar a luta em defesa dos direitos, principalmente direito à terra e ao meio ambiente. 
“Essa luta é importante. Temos que nos assegurar, ser resistente, insistente e ser teimoso para garantir o que é nosso”, frisou Charles, ao falar sobre os ensinamentos de sua mãe frente às lutas pelo território, meio ambiente e os recursos naturais. “ Esse Brasil é nosso, não vai deixar destruírem o que é nosso”, concluiu, ao agradecer a homenagem à Vovó Bernaldina. 
Emocionada, Joenia Wapichana lembrou que Vovó Bernaldina, vítima de Covid-19, morreu sem tomar vacina, assim como tantas lideranças tradicionais que não resistiram à doença. “ Vovó Bernaldina morreu entubada no hospital sem vacina”., lembrou, ao citar também Paulinho Paiakã, vítima de Covid-19.  

img20211210122534334MED

“ Lembro da Vovó Bernaldina incentivando os jovens a nunca esquecer a sua cultura, a cantarem o parixara, colocar o maracá e a lutar pela medicina tradicional”, lembrou. Um dos principais ensinamentos da anciã era a valorização e respeito à cultura, identidade e costumes tradicionais.   
Joenia também lembrou ainda que, Bernaldina, falante da língua tradicional, sempre dizia: não tenha vergonha de cantar a sua música tradicional, não tenha vergonha de ser indígena, não tenha vergonha de suas raízes. 
O Encontro foi realizado pela Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher em conjunto com a  Comissão de Direitos Humanos e Minorias e da Secretaria da Mulher. O evento alusivo a campanha 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

Fotos:  Billy Boss/Câmara dos Deputados