Offcanvas Section

You can publish whatever you want in the Offcanvas Section. It can be any module or particle.

By default, the available module positions are offcanvas-a and offcanvas-b but you can add as many module positions as you want from the Layout Manager.

You can also add the hidden-phone module class suffix to your modules so they do not appear in the Offcanvas Section when the site is loaded on a mobile device.

0044 889 555 432
office@delight.com
64184 Vincent Place

 

WhatsApp Image 2021 09 18 at 11.59.40 2

A Organização das Mulheres Indígenas (Omir) identificou as principais reivindicações surgidas a partir de reuniões nas comunidades. Uma delas é a necessidade de elaborar um projeto voltado para a conscientização e combate à violência doméstica, que é um dos principais problemas apontados nas reuniões realizadas pelas coordenadoras regionais nas comunidades. Outra  prioridade são projetos na área de sustentação, a fim de garantir renda para as mulheres.

As demandas foram apresentadas à deputada federal Joenia Wapichana (REDE-RR), na tarde desta sexta-feira, 17, pela coordenadora estadual da Omir, Norma Mailey, e a secretária da entidade, Tati Peppe. Elas relataram que a violência contra as mulheres têm aumentado durante a pandemia de coronavírus, problema este que geralmente é gerado pelo alcoolismo entre os homens.

No encontro com a deputada, na Representaçmão do Gabinete Parlamentar em Boa Vista,  começaram a ser analisadas propostas para  trabalhar a questão da violência não só contra as mulheres, mas também de abuso sexual contra crianças. A deputada disse que vai analisar de que forma pode contribuir na realização de palestras ou material educativo para conscientizar as lideranças femininas para que elas possam ser multiplicadoras e que também possam reagir a estas violências.

Conforme Joenia, não basta realizar um trabalho de conscientização, mas também é preciso denunciar os casos. Nas comunidades isoladas, onde não há delegacia perto, é necessário que as lideranças indígenas sejam orientadas a estudar punições aos transgressores, uma vez que a legislação permite que as comunidades indígenas apliquem suas próprias penalidades. "Esse é um problema antigo, que eu já lidava desde quando eu era advogada", disse a deputada.

Joenia disse que, além da questão da violência, é necessário garantir às mulheres meios para que elas possam ter autonomia, desenvolvendo atividades na área de sustentabilidade, que é uma das linhas de atuação do mandato, por meio emendas destinadas a entidades e órgãos públicos para que desenvolvam projetos destinados não apenas diretamente para mulheres, por meio de cursos profissionalizantes, mas também criação de animais, plantio de frutíferas e hortas de medicina tradicional.

A coordenadora Norma Mailey disse que a Omir desenvolve atividades em três fazendas regionais, as quais podem ser beneficiadas com projetos. A deputada Joenia sugeriu que as mulheres se organizem para criar peixe, uma atividade apoiada por emenda da deputada direcionada para o Instituto Federal de Roraima (IFRR), que produz e distribui alevinos para as comunidades. A contrapartida é que os grupos interessados tenham ou construam tanques e comprem a ração.

WhatsApp Image 2021 09 18 at 11.59.40

Ao receber das mãos da secretária Tati Peppe as propostas de projetos enviadas pelas coordenadoras regionais, a deputada Joenia disse que todas serão analisadas e, na medida do possível, encaixadas nos diversos projetos que já existem apoiadas com recursos oriundos de suas emendas parlamentares. 

Foto: Lohana Chaves