Offcanvas Section

You can publish whatever you want in the Offcanvas Section. It can be any module or particle.

By default, the available module positions are offcanvas-a and offcanvas-b but you can add as many module positions as you want from the Layout Manager.

You can also add the hidden-phone module class suffix to your modules so they do not appear in the Offcanvas Section when the site is loaded on a mobile device.

0044 889 555 432
office@delight.com
64184 Vincent Place

 

WhatsApp Image 2021 10 05 at 13.39.42

Um grupo de mulheres produtoras rurais do Projeto de Assentamento Nova Amazônia, acompanhado de representantes da Articulação Nacional da Agroecologia, esteve com a deputada federal Joenia Wapichana (REDE), na tarde desta segunda-feira, 04, na Representação do Gabinete Parlamentar em Boa Vista. 

A finalidade foi pedir apoio para a implementação de políticas públicas voltadas para a agroecologia no Estado e apoio para a agricultura familiar baseada na agricultura alternativa sustentável.

Conforme a consultora estadual da Articulação Nacional da Agroecologia, Rossana Oliveira Tartari, a prioridade é buscar diálogo para que a Assembleia Legislativa do Estado aprove o Plano Estadual de Agroecologia, que será um importante passo para cobrar políticas públicas para o setor. Outro passo é um entendimento com o prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique (MDB), para que ele comece a executar as 39 propostas de Políticas Públicas de Apoio à Agricultura Familiar e à Agroecologia, documento assinado por ele quando ainda era candidato a prefeito se compromenteu com o setor.

As produtoras rurais do PA Nova Amazônia pediram apoio para que a agroecologia tenha mais visibilidade na sociedade, que será essencial para fortalecer sua produção e aproximar a oferta de seus produtos ao mercado consumidor. Atualmente, esse grupo de mulheres vende seus produtos na Feira de Agroecologia montada todos os sábados num terreno do Sebrae-RR, na Avenida Carlos Pereira de Melo. 

As produtoras Marly Santana Barbosa, Edileuza Costa Fernandes, Adriany Costa Fernandes e Marinalva da Silva Moraes, do PA Nova Amazônia, estão criando o Grupo de Mulheres Trabalhadoras Rurais em Agroecologia. Elas decidiram realizar a 1ª Feira de Agroecologia, em 16 de outubro, no Dia Muncial da Alimentação, com a finalidade de dar mais visibilidade a sua produção sustentável, quando o público poderá fazer degustação gratuita de seus produtos. "As pessoas não têm conhecimento de nossos produtos e estão acostumadas com a agricultura tradicional", disse Edileuza.

A deputada Joenia disse que irá dar apoio para garantir visibilidade à produção familiar do Grupo de Mulheres e se comprometeu a intermediar o diálogo com a Assembleia Legislativa, para que seja aprovado o Plano Estadual de Agroecologia, e com o prefeito Arthur Henrique, para que eles conversem sobre o cumprimento das propostas para o setor assinada por ele. 

Joenia sugeriu que o Grupo de Mulheres formalize a criação da  entidade para que as produtoras rurais possam ser beneficiadas com a emenda parlamentar destinada para a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que utiliza o recurso para comprar a produção agrícola de associações e cooperativas, como vem ocorrendo com as comunidades indígenas. "É necessário trabalhar o fortalecimento das agricultoras, que precisam não apenas fortalecer a comercialização de sua produção, como também o domínio da fala para que elas próprias se representem", disse.

Estavam presentes na reunião com a deputada a representante do Coletivo de Agroecologia, Inara do Nascimento Tavares, que representa o Instituto de Educação Superior Indígena Insikiran, e a representante do Movimento das Mulheres Camponesas, Izaquiani Rodrigues Tavares. Elas disseram que a finalidade é tornar a agroecologia em uma agenda contínua para a implementação de políticas públicas.

WhatsApp Image 2021 10 05 at 13.39.41

Iana disse que a defesa da agroecologia é importante também porque é uma forma de proteger a biodiversidade, uma vez que a agricultura em larga escala, a exemplo de soja e milho, agride o meio ambiente, como o desvio de cursos de rio e o lançamento de agrotóxico no solo e na água. "A ideia é fortalecer a agroecologia, dando apoio à produção e criando a cultura de consumidores desses produtos", afirmou.

Foto: Lohana Chaves