Offcanvas Section

You can publish whatever you want in the Offcanvas Section. It can be any module or particle.

By default, the available module positions are offcanvas-a and offcanvas-b but you can add as many module positions as you want from the Layout Manager.

You can also add the hidden-phone module class suffix to your modules so they do not appear in the Offcanvas Section when the site is loaded on a mobile device.

0044 889 555 432
office@delight.com
64184 Vincent Place

WhatsApp Image 2021 07 20 at 15.31.30

A Comunidade Ouro, no Município do Amajari, recebeu a deputada Joenia Wapichana (REDE-RR), na tarde do dia 19, que foi falar sobre o mandato coletivo indígena, ouvir os moradores e explicar sobre as emendas direcionadas às comunidades indígenas. A parlamentar também está aproveitando o recesso parlamentar para verificar o andamento de obras executadas com recursos de suas emendas.

Joenia verificou a estrutura da Escola Estadual Indígena Agrícola Pacheco, a qual foi beneficiada com recursos de emenda destinada à obra de reforma por meio da Secretaria Estadual de Educação e Desporto (Seed). O processo dessa obra ainda está em fase de elaboração do projeto. Técnicos da Seed já estiveram na comunidade para vistoria.

escola ouroescola ouro2

No ano de 2020, foram R$19 milhões de emenda parlamentar destinada para reforma, ampliação e mobília de 52 escolas indígenas. Desse total, 23 escolas já tiveram seus projetos aprovados e encaminhados para licitação. E ainda tem 29 escolas em processo de análise para elaboração dos projetos de construção, entre as quais está a escola da Comunidade Ouro.

A deputada também comunicou que Ouro foi contemplada com o projeto para compra de carneiros, resultado de emenda no valor de R$490 mil direcionada para a Prefeitura do Amajari. Depois que os tuxauas das comunidades do Amajari foram consultados, ficou decidido que R$290 mil do total do recurso será destinado para aquisição de carneiros, sendo 25 matrizes para cada comunidade, entre elas a do Ouro. Joenia explicou que estes projetos fazem parte de duas das três linhas de atuação eleitas como prioridade pelo mandato indígena: autossustentabilidade e educação indígena.

O tuxaua Mirélio Machado disse que a comunidade tem interesse em ser beneficiada com o projeto de alevinos, desenvolvido pelo Campos do Amajari do Instituto Federal de Roraima (IFRR) com recursos de emenda de Joenia. "Nós temos seis tanques que restaram de um projeto antigo que não deu certo porque faltou acompanhamento técnico", disse ao confirmar que a estrutura exigida para a comunidade ser contemplada já existe.

TUXAUA

Ele foi informado pela deputada que, neste projeto desenvolvido pelo IFRR, além da doação de levinos, também é disponibilizada assistência técnica do início ao fim do projeto. A contrapartida por parte da comunidade é a compra de ração para os peixes, mas o tuxaua Mirélio disse que já está preparado para isso. Joenia confirmou que irá comunicar o IFRR para que faça a visita técnica, que é o primeiro passo contemplar quem mostra interesse pelo projeto.

O 2º tuxaua da Comunidade Ouro, José Antônio, disse que ele e o 1º tuxaua estão à frente da liderança desde fevereiro deste ano e que um dos desafios é justamente desenvolver projetos de autossustentação, especialmente em produtos orgânicos. A comunidade também tem criação de gado, galinhas e porcos, além de plantio de mandioca para produção de farinha em pequena escola.

DEFESA DOS DIREITOS - Na reunião com membros da comunidade, a deputada Joenia fez uma explanação sobre a atuação de seu mandato e explicou o seu papel à frente de um mandato indígena coletivo. Ela disse que desde que foi indicada como candidata, pela Assembleia Geral dos Tuxauas, sabia que o desafio era grande. Hoje como, única parlamentar indígena no Brasil, ela disse que não está sendo fácil.

"É difícil, mas não impossível", disse Joenia ao explicar o grande desafio de ser a única parlamentar de Roraima que é oposição ao governo Bolsonaro. "Desde quando Bolsonaro era candidato, ele já havia prometido que os povos indígenas não teriam vez em seu governo. Ele chegou a dizer que não demarcaria nenhum milímetro a mais de terras indígenas", afirmou reafirmando seu compromisso de defender os direitos dos povos indígenas, apesar de todos os ataques que vem sofrendo.

Segundo ela, sua visita à comunidade faz parte de sua atuação como uma parlamentar diferente, que é um mandato coletivo indígena que tem a obrigação de ser público e transparente. "Preciso ter uma conduta diferente, porque sou uma parlamentar diferente, por ser indígena e com atuação na coletividade, não apenas em favor dos povos indígenas, mas em benefício de todos, de não índios também", disse citando sua defesa do auxílio emergencial, contra a Reforma Administrativa que prejudica os servidores públicos e contra a privatização da Eletrobrás, que irá encarecer o preço da energia elétrica.