Offcanvas Section

You can publish whatever you want in the Offcanvas Section. It can be any module or particle.

By default, the available module positions are offcanvas-a and offcanvas-b but you can add as many module positions as you want from the Layout Manager.

You can also add the hidden-phone module class suffix to your modules so they do not appear in the Offcanvas Section when the site is loaded on a mobile device.

0044 889 555 432
office@delight.com
64184 Vincent Place

 

Capa

A Comunidade Malacacheta, no Município do Cantá, recebeu alevinos do Projeto de Extensão Peixar do Curso de Aquicultura do Campus do Amajari do Instituto Federal de Roraima (IFRR) que recebeu emenda parlamentar da deputada federal Joenia Wapichana (REDE), para desenvolver suas atividades acadêmicas. Entre elas estão atividades de extensão que contribuem com a sustentabilidade de comunidades indígenas. Este projeto envolve seis famílias extensas, que recebeu cada uma mil alevinos de tambaqui.

Neste sábado, 29, a deputada Joenia Wapichana acompanhou a entrega na Malacacheta e aproveitou para conhecer o projeto de criação de tambaqui em tanques que foram construídos em parceira. A Prefeitura do Cantá entrou com o trator para construir os açudes e as famílias se organizaram para a realização do trabalho. A Prefeitura do Cantá também recebeu recurso de emendas da deputada no valor de R$300 mil para apoiar as atividades produtivas das comunidades indígenas do Município.

A diretora do Campus Amajari, Pierlangela Nascimento da Cunha, foi fazer a entrega dos alevinos na companhia de um engenheiro de pesca, que faz a parte de assessoria técnica. Foram passadas as primeiras orientações sobre os cuidados a serem tomados para a colocação dos filhotes no berçário para que possam se desenvolver nos primeiros 45 dias, antes de serem soltos no tanque para que atinjam a idade adulta.

Joenia conversou com cada representante das seis famílias orientando sobre a importância das políticas públicas serem bem utilizadas para que possam gerar renda que venham a beneficiar toda a comunidade. A proposta é que, com  planejamento, os alevinos sejam repostos e assim a piscicultura possa se tornar uma atividade autossustentável, contribuindo para a segurança alimentar da comunidade e fonte de renda para suas famílias.

"Eu consigo a emenda parlamentar, o IFRR produz os alevinos e faz o acompanhamento técnico e a comunidade entra com seus esforços para  cuidar do projeto", disse a deputada ao frisar que esta parceria com IFRR visa beneficiar qualquer comunidade indígena que queira trabalhar com piscicultura.

Pierlangela disse que o IFRR já entregou 48 mil alevinos. Este ano as entregas que começaram são da primeira reprodução de alevinos feita no próprio instituto. "A finalidade é principalmente garantir a segurança alimentar dessas comunidades,  importante nesse período de pandemia para dar apoio com o pescado produzido por essas famílias", disse.

TANQUE

Já foram entregues alevinos nas comunidades de Manoá, Pium/Taiano, São Marcos, Roça e pequenos produtores do Amajari, entre indígenas e não indígenas. Na semana passada, Pierlangela esteve na Serra do Tepequém, no Município do Amajari, para conhecer os açudes (chamados de poções na localidade) que serão utilizados para criar tambaqui. Nesta semana serão entregues os alevinos para famílias selecionadas pela Associação dos Moradores do Tepequém.

"O projeto de alevinos será uma ação contínua porque agora temos água para fazer a reprodução dos peixes. Isso só foi possível graças à emenda da deputada Joenia, que possibilitou a construção de dois poços artesianos. Com a segunda emenda prevista para este ano para o IFRR, queremos direcionar parte dos recursos para licitar a compra de ração, para amenizar as dificuldades que muitas comunidades têm para aquisição de ração devido ao preço muito alto", disse.

A emenda parlamentar para o Campus Amajari, ano passado foi no valor de R$750 mil para apoiar os cursos, que têm como maior parte do público matriculado estudantes indígenas de todo o Estado. A emenda contribuiu com programas, como o da piscicultura, também com a compra de equipamentos para laboratórios. Os primeiros frutos dessa parceria estão surgindo agora com a entrega dos alevinos em todas as regiões do Estado.

Na Malacacheta a família da dona Justina da Costa Damasceno foi a primeira a receber os alevinos, que foram colocados no berçário, uma gaiola com tela para proteger os filhotes e garantir uma alimentação balanceada antes de serem soltos no tanque. Representantes da família disseram que a expectativa é que esses primeiros beneficiados possam servir de espelho para outras comunidades.

Outro representante de família beneficiada, Roberlândio Rodrigues Messias, disse que para esse projeto dar certo precisa ter o empenho da comunidade, a exemplo do que foi feito nessa primeira leva, quando as famílias se juntaram para melhor utilizar o trator da Prefeitura do Cantá. "Tem que ter um pouco do suor das pessoas. Se não meter a cara, não vai pra frente", disse.

O líder indígena Clóvis Ambrósio da Silva disse que "Não são apenas nossas famílias que serão beneficiadas, mas a comunidade que também vai participar do projeto. Não queremos só vender o peixe, mas também contribuir com a comunidade”. Ele ressaltou a importância do trabalho em parceria para melhor executar os recursos públicos, juntando o trabalho da deputada Joenia, com a Prefeitura do Cantá e o IFRR, que desde o início vem prestando assessoria técnica e acompanhando as atividades.

Almerindo Raposo da Silva recebeu os alevinos de tambaqui e até já providenciou outros de matrinxã para ampliar o projeto familiar e garantir diversidade no produto a ser ofertado futuramente. "São cinco pessoas de nossa família que estão apostando nesse projeto", comentou ao agradecer a deputada pela iniciativa de garantir emenda para a sustentabilidade das comunidades indígenas.

Fotos: Lohana Chaves